Remarketing – Como Reconquistar Clientes e Apoiar sua Jornada de Compra

Nem sempre, quando entramos em um site, estamos prontos para comprar um produto ou assinar um serviço, certo? O mesmo acontece com os seus clientes. Dependendo de onde eles estão na sua jornada de compra (veja este nosso video aqui!), pode ser que ainda não queiram dar o próximo passo.

Na verdade, cerca de 97% das pessoas não finalizam uma compra ou contato na primeira vez em que acessam um site. É um número muito alto. Como fazer para recuperar esses possíveis clientes e aumentar as vendas?

Ora, eles já demonstraram interesse pelo que você tem à oferecer, talvez só esteja faltando o empurrãozinho final. Talvez eles só precisam de um pouco mais de informações ou de um pequeno desconto para finalmente fecharem negócio. Você quer dar essa segunda chance a eles? Então conheça o remarketing!

Remarketing

 

Não saia da cabeça do cliente

Apostamos que já aconteceu com você: depois de entrar em um site a procura de, por exemplo, um novo celular, você começa a ver propagandas desse tal aparelho em outros sites e até nas suas redes sociais. Essa estratégia de relembrar algo pelo qual você já mostrou interesse é o remarketing.

Como funciona? Digamos que você tenha uma loja on-line. Alguém entrou no seu site, pesquisou um produto, leu as avaliações e foi embora sem comprar. Você, então, fará novos anúncios desse mesmo produto para essa pessoa que já foi um possível cliente antes, mas, por algum motivo, não finalizou a compra.

Ou talvez você tenha uma tela de captura de e-mail, que a pessoa visitou e leu, mas não preencheu o formulário que estava lá. Você então envia anúncios sobre o mesmo benefício que ela conseguiria com a assinatura do formulário (um vídeo exclusivo, por exemplo, ou um material rico complementar, como e-book, planilha, checklist, infográfico), tentando atrair clientes que já tiveram interesse por esse mesmo benefício antes. Simples assim!

Ah, sim. Pode ser que você ache chato ser “perseguido” por essas propagandas e não queira usar esse tipo de marketing na sua empresa. Mas pense bem, pois os anúncios de remarketing costumam gerar um aumento de 10 vezes na taxa de cliques.

E, para aumentar as vendas e não chatear as pessoas, basta planejar sua campanha com cuidado. E nós vamos mostrar como.

 

Tenha um bom plano

O passo mais importante em uma ação de remarketing é definir bem o público. Você quer atingir pessoas que já se interessaram pelo produto ou serviço e não chegaram a comprá-lo. Nada de espalhar os anúncios para todo mundo que já entrou no seu site, mesmo aqueles que já finalizaram a compra. Isso pode, sim, manchar a sua imagem.

Tanto no Facebook quanto no Google AdWords, você pode definir bem o seu público antes de iniciar a campanha. Para facilitar, vamos criar um exemplo:

Você tem um e-commerce de roupas. Alguém acessa a página de uma jaqueta, escolhe um tamanho, mas não finaliza a compra. Como segmentar o anúncio para essa pessoa? Você vai definir como público quem entrou na página de visualização do produto (copiando a URL dessa página), mas não acessou a página de compra (copiando também essa URL).

Com essas URLs, você criou o público. Depois, pode optar por oferecer alguma vantagem nesse novo anúncio, como, por exemplo, um desconto ou o frete grátis. Assim, essa pessoa que já tinha pensado em comprar a jaqueta antes, mas desistiu, verá uma propaganda em outro site, ou no Facebook, e, além de se lembrar do produto, vai ver a promoção e enfim decidir comprar.

Isso funciona ainda melhor para atrair clientes se você colocar um prazo para esse desconto ou frete grátis, como, por exemplo, 24 ou 48 horas.

Remarketing

 

Outro exemplo: você criou um e-book gratuito para capturar o e-mail de possíveis clientes. Uma pessoa acessou a página que oferece o e-book e tem um formulário para ela preencher com nome e endereço de e-mail.

Por algum motivo (talvez ela estivesse na rua, com pressa), ela não preencheu o formulário. Você então cria uma campanha de remarketing direcionada àqueles que acessaram a página da oferta do e-book, mas nunca chegaram à página de confirmação do preenchimento do formulário. Mais uma vez, essas pessoas serão lembradas do conteúdo que você está distribuindo e poderão finalmente aproveitá-lo.

Nesse segundo caso, não há como oferecer um desconto e, também, tem uma pegadinha: se você direcionar o anúncio de remarketing para a mesma página de oferta do e-book que a pessoa viu antes, pode ser que ela continue não tendo interesse em preencher o formulário.

Por isso, é interessante criar uma nova página, talvez com mais conteúdo ou com um vídeo que a leve a querer ler o livro e saber mais sobre o assunto.

 

Apresente novidades

O remarketing também funciona para você levar a pessoa mais à frente na sua jornada de compra. O novo anúncio não precisa necessariamente levar de volta para a mesma oferta. Você pode direcionar o público para um artigo ou um vídeo com mais conteúdo. Em vez de insistir que ele deve comprar, você aumenta o conhecimento dele sobre o assunto, o que, no final, vai levá-lo à decisão de ser seu cliente e aumentar as suas vendas.

E não são apenas os visitantes do seu site que são impactados pelo remarketing. Você também pode utilizá-lo com clientes dos seus concorrentes. Você pode direcionar seu anúncio para pessoas que tenham acessado o site do seu concorrente, mas não o seu.

Assim, você sabe que são pessoas interessadas no tipo de produto ou serviço que você oferece, mas ainda não conhecem sua marca. É um público-alvo de alta qualidade e totalmente novo que se abre à sua frente.

Remarketing

Saiba quando parar

Agora que você já sabe mirar apenas no público que deve receber seu anúncio de remarketing, vamos falar sobre frequência. Se você não souber dosar quantas vezes a propaganda vai aparecer para cada pessoa, pode ser visto como inconveniente.

No geral, não deve ultrapassar 10 vezes. Afinal, se o cliente entrou no seu site e depois viu seu produto ou serviço mais 10 vezes e não quis tomar nenhuma atitude, ele não está interessado, não é mesmo?

É hora de parar. Mas, de qualquer forma, 10 vezes é uma sugestão. Você deve ir fazendo testes até descobrir qual frequência dá mais certo para a sua empresa. Talvez sejam cinco ou sete vezes…

Também é importante que a ação de remarketing aconteça logo em seguida à visita ao site. Não espere muito tempo para começar, pois fica mais difícil reconquistar a pessoa. O quanto antes ela for lembrada da oferta, melhor!

 

Comece hoje mesmo

E, agora, é só começar. Não se assuste ao saber que apenas 3% das pessoas que visitam seu site pela primeira vez completam a ação que você gostaria, seja uma venda ou um cadastro. Com o remarketing, você vai conseguir mudar a situação e aumentar bastante sua taxa de conversão. Planeje sua campanha com cuidado e seja rápido no gatilho. Não deixe um cliente em potencial se esquecer de você! Quer mais? Assista esse video:

 

Qual seria a melhor oferta para você oferecer em sua campanha de remarketing e atrair clientes? Conte para nós! E não se esqueça de compartilhar este artigo nas suas redes sociais!

Posts Relacionados