7 superstições do Marketing Digital

A Sexta-feira é 13, mas a gente já escolheu logo 7 mitos do marketing digital para deixar para trás. 

Sabe aquelas “verdades absolutas” que você já ouviu por aí? Será que dá para confiar mesmo nelas? Descubra agora!

(ps: lembre-se, gatos pretos não dão azar. Não maltrate os animais).

 

1. EXISTE HORA PERFEITA PARA POSTAR

 

Essa é um clássico. A pergunta de um milhão de dólares, para a qual simplesmente não existe resposta. Por quê? Porque o melhor dia e horário para fazer posts nas suas redes sociais, não será o mesmo para os posts da KI Agência, por exemplo. Mesmo que a gente atendesse o mesmo público.

Como descobrir então o melhor horário para seus posts? Testando! Não há outro caminho ou atalho, que te traga uma solução realmente consistente. Até porque as redes sociais são extremamente dinâmicas e o que funciona bem para você hoje, pode não funcionar mais no mês que vem.

Bora arregaçar as mangas e testar? Neste vídeo a gente explica como começar!

2. CONTEÚDOS EXTENSOS NÃO AGRADAM A AUDIÊNCIA

 

#Alertatextão: acredite, nem todo mundo rola o feed quando se depara com um textão ou um vídeo mais longo. Assim como no tópico anterior, aqui o que vale é o que sua audiência gosta de consumir. E como descobrir? Com testes, é claro. Se você já possui uma audiência engajada, vale usar as enquetes do Instagram Stories ou do Facebook para perguntar o que eles preferem.

Outra coisa importante: redes sociais são, principalmente, sobre comportamento. E ele muda de uma rede para outra. Logo, o que não funciona no IGTV, por exemplo, pode ser sucesso no YouTube. Tenha sempre isso em mente antes de aceitar verdades absolutas (afinal, elas não existem).

E lembre-se: o teste é o melhor amigo do social media. 

3. FICAR NO TOPO DO GOOGLE CUSTA CARO 

 

Não se você usar as ferramentas certas, afinal, nem só de anúncios vive o topo do buscador. Mas, não basta apenas produzir conteúdo de qualidade, se é o que você está pensando. É preciso estar atento a como funciona a indexação do Google, ou seja, como ele classifica os conteúdos nas páginas de resultado.

Foi a partir dessas regras de indexação do algoritmo, que surgiu o Search Engine Optimization, SEO ou otimização para mecanismos de busca. Um conjunto de técnicas para alcançar boas posições no ranking do Google.

Mas há ainda outra forma de garantir destaque na página de resultado de graça. Quer saber como? Neste vídeo a gente explica.

4.E-MAIL MARKETING NÃO DÁ RESULTADO

 

Tá aí um grande engano! Tem gente até matando o pobre e-mail marketing. E a nossa reação ao ouvir isso aqui no dojô é mais ou menos assim:

Já deu para entender nosso posicionamento, não é? O e-mail marketing traz sim bons resultados, mas como tudo no marketing – e na vida – é preciso saber usar. Para a sua sorte, adivinhe só, temos um vídeo sobre isso também 🙂 Clica aqui para assistir!

5. REMARKETING É UMA ESTRATÉGIA RUIM 

 

Por favor, não repita isso em voz alta (rsrs). “O remarketing é ótimo”, palavras da própria toda poderosa. Porquê? Segundo pesquisa do Google, 97% das pessoas entram no seu site, mas não fazem nenhuma ação (ou seja, compra, cadastro, etc).

Isso significa que elas não gostaram do meu produto ou serviço? Não necessariamente. Pode ser só que ela não esteja pronta ainda para ação (lembra que sempre falamos a da jornada de compra?).

Então, o remarketing é uma maneira de mandar um “oi sumido” para esse lead, que pode vir a se tornar cliente.

Quer saber mais sobre, assista esse vídeo aqui!

6. MARKETING DIGITAL NÃO É PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS 

 

Peraí, sem crise de inferioridade ou síndrome do impostor. Se você é um pequeno ou microempreendedor, o marketing digital é para você sim!

Ao contrário do que muitas pensam, usar estratégias digitais é uma ótima alternativa para quem ainda é pequeno, pois não exige grandes orçamentos como as propagandas tradicionais em TVs, rádios, etc.

Se você já está convencido, porém ainda se sente perdido no mar de informações da internet, confira esse vídeo prático, com 4 passos para fazer marketing digital em pequenas e microempresas.

7. IMPULSIONAR POSTS TRAZ BONS RESULTADOS 

 

Não é que não traga nenhum resultado, mas não necessariamente serão os melhores. Isso porque o botão de impulsionar está focado apenas em aumentar o alcance (ou seja, a distribuição) do seu post. Além disso, ele tem opções limitadas de segmentação de público.

Ou seja, se você tem um objetivo específico como, por exemplo, conversão em um anúncio ou material rico, ele não serve.

Qual é a saída então? Criar um gerenciador de anúncios para a sua página, e conhecer um mundo novo, cheio de possibilidades.

Acha que é muito complicado? Não, é não! Nós temos um curso online completo, que vai te deixar craque no gerenciador de anúncios do Facebook. 

Posts Relacionados